A FMB ESTÁ A NOS ARRANJAR PROBLEMAS

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A 32 dias do arranque do Afrobasket sénior feminino, a decorrer em Yaoundé, Camarões, de 17 a 27 de Setembro, temos motivos bastantes para revelar uma grande preocupação em relação à gestão da Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB), primeiro, dada a ausência de competições no país, depois gestão dos “dossiers” da própria modalidade e, por fim, em relação ao processo de preparação da Selecção Nacional para este evento continental.

Primeiro, estam zs deveras preocupados com o facto de a escasso mês do início do Afrobasket o país não ter nenhuma competição de basquetebol feminino e, para piorar, não se vislumbrarem sinais de que tal possa vir a acontecer nos próximos dias. E, com as atletas sem competição, sem por isso ganharem ritmo competitivo, o normal a acontecer é que o seu desempenho em sede da competição seja fraco. Como se sabe, a expressão internacional do desporto de qualquer país é a continuidade dessa mesma expressão, mas a nível interno. Ora, se internamente não há competição, o principal objectivo desportivo de uma federação, julgamos que, no caso, a nossa FMB não está a cumprir com a sua missão.

Depois, estamos igualmente preocupados pelo facto da FMB estar a mostrar-se indiferente ou incapaz de oferecer uma rápida resolução a problemas que surgem na modalidade e cuja responsabilidade para tanto é unicamente sua. Estamos a falar do caso que envolve a transferência, a título exemplificativo, das atleta Ingvild Mucauro e Eliotéria Lhavanguana, que deixaram o Ferroviário de Maputo para se juntar ao rival Costa do Sol. Ao que sabemos, por um lado as atletas alegam que o vínculo contratual que tinham com o clube locomotiva já expirou e, por isso, estão livres der seguir outros destinos e, por outro, o emblema locomotiva contrapõe e afirma que as atletas ainda têm uma relação contratual válida.

Narciso Nhacila
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Publicidade
DStv

Director: Almiro Santos
Chefes da Redacção:
Reginaldo Cumbana e Gil Carvalho

Desafio é um Jornal desportivo, produto da Sociedade do Notícias.

O Jornal esta disponível em formato físico impresso, o mesmo pode ser lido em formato electrónico.

Play Store

AppStore

SNLogo2

Propriedade da Sociedade do
Notícias, SARL
Direcção, Redacção e Oficinas
Rua Joe Slovo, 55 • Cx.Postal 327
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
( Tel's: 21320119 / 21320120 )
Topo
Baixo